...
top of page

INDIVIDUALIDADE X INDIVIDUALISMO

Atualizado: 24 de jul. de 2021



Com certeza você já deve ter escutado alguém dizer que o individualismo de uma determinada pessoa pode ser maléfico para ela, assim como para outras pessoas que convivem com ela. Da mesma forma que também já deve ter ouvido alguém dizer que a individualidade de determinada pessoa a/o faz sofrer.


Mas será que estes dois termos são sinônimos e podem ser usado nas formas exemplificadas acima? Ou será que podemos estar utilizando estes termos de forma equivocada?


Como já foi falado em posts anteriores, as palavras podem possuir significados distintos daqueles que elas possuem quando colocadas em contextos diferentes, e devemos sempre avaliar o tal contexto, para que a gente possa compreender o que o interlocutor quer que compreendamos o que ele deseja. Uma palavra pode ter vários significados e, dependendo da área do conhecimento (psicologia, filosofia, etc), ela pode ter, inclusive, significados antagônicos, ou seja, opostos entre si.


Então, sem mais delongas... sim, as duas palavras do título deste artigo possuem significados não só diferentes, mas com qualidades distintas. Vamos a elas?


INDIVIDUALISMO


O individualismo é a atitude daquele que acredita que o mundo gira ao seu redor. Ele está ligado àqueles que usam os outros para o seu próprio benefício, e não para o benefício de todos, já que há pouca, ou nenhuma conexão com os outros seres humanos. No individualismo, não existe uma capacidade de importar-se verdadeiramente com o mundo do(s) outro(s).


Aqueles que possuem esta característica vivem exclusivamente para si, demonstram pouca, ou nenhuma solidariedade e apresentam uma incapacidade de aprender com os outros. Logo, o individualismo está atrelado a conceitos como egoísmo, soberba, orgulho e, nele, as relações são utilitárias, onde apenas um ganha.


O individualismo limita as conquistas do coletivo, sendo justamente o contrário do coletivismo.



INDIVIDUALIDADE


Com a individualidade a situação é diferente, porque ela significa a SINGULARIDADE da pessoa. É como se fosse a impressão digital dela, a íris do seu olho. Singularidade tanto no corpo, como na alma, já que é uma qualidade que está presente no íntimo do indivíduo.


A individualidade tem a ver com as características pessoais do ser, os seus desejos, suas aspirações, interesses e sonhos. São suas habilidades de fazer e agir. E como todas estas qualidades são moldadas pela sociedade na qual vivemos, ela também é uma identidade cultural.


É a individualidade que nos transforma de isolados em exclusivos, já que não existe ninguém nesse mundo que seja igual a mim, ou a você.


Agora, vamos pensar em um relacionamento de duas pessoas que decidiram estar juntas. Para que este relacionamento se desenvolva positivamente é importante que ambas mantenham e pratiquem suas individualidades. Um relacionamento amoroso saudável não pode exigir a vida inteira de um para o outro. Pense você ter que deixar de se relacionar com seus amigos, sua família, seus afazeres por conta da exigência e do individualismo da pessoa com quem você está se relacionando amorosamente. Seria saudável para você e para o relacionamento? Trocando em miúdos, é importante manter uma individualidade saudável, sem cair no individualismo.


E isso vale para todas as nossas relações, e não apenas as amorosas, visto que todos temos desejos, sonhos e ambições (não confundir com ganância) que não devem ser anulados em função do(s) outro(s), mas que também não devem ser usados como justificativa para passar por cima dos outros.


Quando nossas individualidades são colocadas em prática temos a possibilidade de melhorar o mundo que nos rodeia. E é por esta razão que a palavra individualidade não significa apenas as características pessoais de alguém. Ela possui um significado mais abrangente, que está relacionado à capacidade de cooperação com aqueles que estão a nossa volta através de nossas qualidades. Ela está ligada às contribuições que damos ao mundo que reconhecemos e está baseada na segurança, na determinação, na capacidade de escolha. Em outras palavras, é uma característica saudável da nossa personalidade.


Acredito que deu para entender que individualismo possui um significado negativo, enquanto individualidade possui um significado contrário.


Por essa razão, peço pra que você reflita como está agindo dentro do seu grupo social, na sua comunidade, na nossa sociedade. Qual das duas características que discutimos você vem apresentando? Uma sociedade melhor é composta de seres humanos que se presenteiam com suas individualidades. Já pensou como você pode presentear os outros com as suas?


A CIVISPORÃ, pra quem eu venho escrevendo já há algum tempo, é uma marca de camisetas para nós, seres humanos, e nossos amigos peludos, que tem como propósito conscientizar a população de que a sociedade atual é o resultado daquilo que somos no dia a dia, e de que nossas atitudes transformam a sociedade, positiva – ou negativamente.


Alguns dos textos estampados nas suas camisetas podem parecer um pouco duros, pois repreendem atitudes prejudiciais; outros apresentam um convite a juntar “lé com cré”; outros são motivacionais. Mas todos eles nos fazem pensar e possuem o mesmo objetivo: lembrar que somos nós que construímos o Brasil e que cabe a nós melhorar a nossa sociedade. Sociedade esta que se iniciou no encontro dos colonizadores portugueses com os nativos indígenas que aqui já viviam.


E é refletindo esse início do nosso país que está estampado o propósito fundamental da CIVISPORÃ:

CIVIS: Sociedade, em Latim.

PORÃ: Bom, bonito, melhor, em Tupi.


Até a próxima e que todos nós, brasileiros, tenhamos a nossa tão desejada CIVISPORÃ!

482 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page